Serra da Capivara terá gestão compartilhada

serra-da-capivara

Serra da Capivara terá gestão compartilhada

Além do ICMBio, administração do parque nacional no Piauí contará com a participação do Iphan, governo estadual e Fundação do Homem Americano.

O Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, adotará um modelo de gestão compartilhada. Nesta quarta-feira (25/01), o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ricardo Soavinski, o ministro da Cultura, Roberto Freire, o governador do estado, Wellington Dias, a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, e a diretora-presidente da Fundação do Homem Americano (Fumdham), Niéde Guidon, assinaram acordo de cooperação técnica para regular as relações entre os participantes e definir as atribuições específicas de cada um.

O acordo não prevê repasse de recursos, mas estabelece a criação do Comitê Permanente de Acompanhamento e Gestão. Esse comitê será formado por representantes do ICMBio (responsável pela administração da unidade de conservação), do Iphan, Fumdham e do governo do estado e ficará encarregado da elaboração de um diagnóstico da situação atual do parque e, em sequência, de um plano de gestão que defina ações, prazos, responsabilidades e uma previsão de custos para execução das ações. O prazo para conclusão do plano é de seis meses.

“A responsabilidade do parque é de todos. É importante o contato permanente e não só formalidade. Estamos assumindo a responsabilidade junto com vocês (demais participantes). Vamos agora pensar no turismo e na importância do parque para o Piauí, para o Nordeste, para o Brasil e para a humanidade”, destacou Freire. Após o evento, ele visitou com os demais participantes o parque, o Museu do Homem Americano, criado para divulgar a importância do patrimônio cultural deixado pelos povos pré-históricos, e o Centro Cultural Sérgio Motta, onde estão instalados laboratórios de pesquisa.

O PARQUE

Inscrito na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 1991, e tombado pelo Iphan em 1993, o Parque Nacional da Serra da Capivara, além da riqueza ambiental, é um santuário histórico e cultural que abriga 400 sítios arqueológicos com pinturas e gravuras rupestres que datam de cerca de 43 mil anos.

Com aproximadamente 129 mil hectares de proteção integral à natureza, abrange os municípios piauienses de São Raimundo Nonato, Canto do Buriti, Coronel José Dias e São João do Piauí. Fica no semiárido nordestino, fronteira entre duas formações geológicas, com serras, vales e planície. Abriga fauna e flora específicas da caatinga.

*Com informações do ICMBio (tel: 61.2028-9280) e do Ministério da Cultura/Iphan (tel: 61.2024-2412)

 

  • Comercializamos créditos de carbono, entre em contato por:sequestrarcarbono@gmail.com

comercializamos-creditos-de-carbono

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s